terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Agora é oficial.

Realmente nao foi ums situacao agradavel, mas tudo esta se ajeitando.

Ontem a noite conversei com o meu host, ele me deu algumas razoes para pensar e ficar mais, razoes das quais eu ja tinha conhecimento e concordava.

Sinceramente, existem sim coisas que eu gostaria de fazer, lugares que eu gostaria de conhecer, mas eu ja nao tenho mais o espirito de conciliar cuidar de criancas e fazer essas coisas. Sinto saudades de casa, familia, amigos.

Talvez alguns dos meus planos futuros nao ocorram como planejado no momento esperado, mas irao acontecer sim.

A minha re-adaptacao nao sera facil, tenho consciencia disso, vivo tendo pesadelos com filas de banco, cidades sujas, ladroes de bolsa... uma infinidade de coisas. Mas cada escolha tem seu preco, estou deixando de viver em um lugar dos sonhos, pra viver ao lado daqueles que eu amo.

Eu prefiro pagar e ter o amor da minha familia, do meu namorado, dos meus amigos, do que ter tudo o que eu tenho for free e nao te-los.

A vida aqui eh boa sim, tenho carro, gasolina, cel, food, internet, algumas viagens, tudo de graca e ainda ganho meu salario.


Uma menina postou um comentario pra mim, muito fofo, aonde ela dizia "Já fiz intercâmbio uma vez e optei por voltar em seis meses, o que não me impediu de ter essa experiência novamente.", assino em baixo. Quem disse que nao posso voltar? Ou ir para outro pais?

Nos nossos planos (meu e do meu namorado) esta fazer um mochilao pela Europa, passar pela cidade dele...


Bom eh isso pessoal... A decisao foi tomada, anunciada e os preparativos para minha volta estao em andamento.


MAE, PAI, LUIS, TODO MUNDOOO... Prepara a Festanca que eu to chegando!!!!

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

A decisao.

Ha algum tempo, que tenho pensando e repensado em voltar pra casa.

Uma das coisas que lembrei essa semana, foi que quando fui ao Brasil de ferias, minha mae me falou: "Filha, promete que vai voltar daqui um ano heim.".
E falei "Tah mae, eu volto.", mas no fundo pensei, "que um ano nada, vou terminar meu segundo ano de au pair, mudar o visto e ficar por la, quem sabe nao acabo casando la.".

A situacao tomou varios rumos diferentes.
Quis voltar, quis ficar, quis ir pra outro pais.

Nao que aqui nao seja bom, longe disso, meus hosts sao pessoas maravilhosas, nao tenho UMA reclamacao, amo meus hosts, meus bebes, a familia da minha host, os amigos deles, os poucos e bons amigos que fiz aqui.

Antes de ir em frente, quero falar uma coisa, SEI que tem meninas que acompanham meu blog, que vao falar: Mas que perda de tempo (conheco o geniozinho das danadas), mas a opiniao de voces, realmente em nada me importa ou me abala. O que eu ganhei ou perdi, so eu saberei.


Nesse tempo, conheci meu namorado (Te amo amoRR), as saudades de casa aumentaram, e o pensamento de que preciso voltar, so aumentaram. Nao deixo de pensar que quero apreciar mais os meus pais, como nunca apreciei. Nesse tempo aprendi a dar valor a familia, aos amigos,as pequenas oportunidades.

Metade das coisas que planejava fazer, nao fiz, mas nao fiz por nao mudar aquele jeitinho de deixar tudo pra depois. Mas estou feliz sim, conquistei espaco, ganhei conhecimento, tive um ano de diversao, fui dona do meu nariz, das minhas decisoes, dos meus sonhos.


A decisao foi tomada: Voltarei para Casa.


Pensei em diversas formas de como contar para os meus hosts, e nunca chegava numa resposta que me satisfizesse. Queria dizer os meus motivos por ir embora, sem que eles ficassem com trauma, por assim dizer.
A primeira au pair renovou e disse que iria casar, saiu do programa e nao casou.
A segunda nao aguentou 2 meses.
Eu decidi ir embora, sendo que renovei por mais um ano.
Nao gostaria que futuramente eles nao renovassem com alguem que possa ser uma boa au pair para os meus bebes, por medo dessa situacao acontecer de novo.

Mas nem tudo sai como planejado, e essa semana a minha host vira e me pergunta:
"Quando eh que vc vai tirar suas ferias mesmo?"
Nao aguentei, nao queria mentir e disse que precisavamos conversar.

CLARRRROOOO, que comecei a chorar (Simone, culpa tua), e falei os meus motivos e disse que sinceramente, a unica coisa que nao queria levar dessa experiencia, era perder aamizade deles, pq tenho eles como uma segunda familia, que eh como eu os tenho, FAMILIA. Tambem disse que nao gostaria de fazer o que a Bettina fez (fugir de casa), ela disse que estava tudo bem, que gostaria que eu ficasse, mas entendia e que achariamos uma solucao.

Nao acertamos detalhes, nem conversei com meu host ainda, mas a decisao foi tomada.

Foi dificil decidir isso, principalmente com todo carinho que recebo, com os abracos de amor do Jonah, as risadas, ele me chamando pela casa, tendo coisas que so eu sei que ele quer, com a Emma me falando "Eu amo voce mais do que voce me ama", ela me abracando e me beijando, falando que gostaria que eu fosse em tal lugar com ela pq vai ser legal.

Ja conversei com a Emma os "pqs" de que as au pairs tem que voltar pra casa, e vi que seria dificil pra ela quando fosse a minha vez.

Sinto que acabei nao cumprindo minha palavra com meus hosts e me sinto mal por isso, mas eu tambem tenho planos pessoais que quero realiza-los e nao poderei dar seguimento se continuar aqui, e eh como me falaram, o diade eu ir embora, iria chegar, eu so adiantei alguns meses.

Talvez um dia eu volte, talvez nao, nunca saberemos o dia de amanha, mas o importante para mim HOJE eh que conquistei coisas que nao imaginava, nao falo de bens materiais, mas daquelas coisas que nao tem preco voce poder ter na sua vida.


Emma, Jonah, Jem e Jim ~~ AMO todos voces.

¯`» Aonde voce esta? 2009 «´¯