sábado, 31 de maio de 2008

South Caroline.

Mal cheguei do Brasil e ja to planejando minhas proximas ferias.

Estaremos indo pra South Caroline! Praia, calor, gatinhos, amigos, bronzeado... Ah!
Por enquanto a programacao eh sair numa sexta e so voltar no outro domingo.
Milly, Junio, Renata, Silvio, Eu, Zizy e nao sei mais quem estao nesse grupinho. Ficaremos na casa do Fernando, um primo do Junio e amigo nosso.

Estou esperando dona Zizy aparecer por NY pra poder pegar os doces que trouxe pra ela, rs.
Nao sei se voces lembram, Zizy eh uma mocinha que conheci no orkut antes (bem antes) de virar au pair. Tiramos nossos passaportes juntas, brigamos, rimos, zuavamos no orkut e por ai vai.
Eh uma das poucas amizades que sobreviveram do tempo da "Paola Bracho".

Zizy, vamos no divertir muitao viu!! Voce vai adorar!


Fora isso sem muitas novidades, fui ao Six Flag em Massachussets, muito bom.

Parei de tomar as pilulas pra emagrecer, estavam me tirando o sono literalmente. rs

Beijokas e fico por aqui

sexta-feira, 16 de maio de 2008

A volta a rotina

Hhahaha


No Brasil haviam perguntas que todos faziam, um exemplo eh: "Vc ja encontrou com algum artista?"
Nao.

Aqui em NY a pergunta que eu mais ouco eh: E a homesick?
Ela aparece sim, eh dificil deixar quem se ama pela segunda vez, dificil mesmo, mas eu tenho meus objetivos e voltarei pra casa um dia, nao sei quando, mas voltarei.


Recebi um email do escritorio da EF de SP, e vou colocar aqqui.

Beijao a todos.





Nome: Viviane
Data: 16/05/08


Prezada Au Pair,

Estamos novamente nos comunicando para avaliarmos seu Programa de Intercâmbio.

1. Como está seu relacionamento com a "hostfamily" ? Escreva a respeito.
Agradeco muito a Deus. Esse match foi perfeito!!

Temos um otimo relacionamento, conversamos sobre tudo, desde coisas novas que as minhas kids aprenderam a fazer, a falar, planos que eu tenho, atividades que pretendemos colocar as kids, expectativas, ate sobre dates e coisas do tipo conversamos, rs.

Minha host family eh super aberta para todo tipo de conversa, respeitam minhas opinioes, me dao ideias do que fazer. Fazem piadas dos micos que eu pago, nunca gritaram comigo ou me trataram mal, mesmo quando bati o carro deles, rs.
Enfim, pequenos problemas aparecem e sempre vao aparecer, mas o bacana eh o modo como eles (e eu) encaramos isso. A forma como se coloca o problema e como se corrige ele.

2. Você participa de algum grupo na comunidade onde mora, por exemplo: igreja, trabalho voluntário, coral, etc? Comente.
Na verdade nao. Senti dificuldade pra me adaptar ao frio excessivo daqui, algumas vezes fico presa em casa pq nao posso dirigir quando neva ou se ha muita neve na pista. Lembrando que estou aqui ha quase 7 meses e so agora o calorzinho esta aparecendo.
Mas quero deixar claro que agora no verao irei fazer muitas atividades. Serio!

Quero muito fazer trabalho voluntario com animais e/ou pessoas idosas.

3. Está praticando esportes? Quais? Com que freqüência?
Agora no verao comeco natacao, caminhada, patins e talvez volley. Subir montanhas com a host family tambem esta nos planos.

4. Como esta o seu inglês?
Confesso que nao esta tao bem quanto eu gostaria.
Mas a unica culpada sou eu. Preferi me inscrever para os cursos de verao. Rejeitei os cursos na primavera por causa das minhas ferias no Br, que pegariam algumas das aulas e acabariam me prejudicando na carga horaria.

Mas ja consigo me comunicar muito melhor, nao tenho tanta vergonha de falar com desconhecidos, e o meu "listening" melhorou 95%.
Agora eh so me concentrar no accent, que anda matando meu ingles.

5. É comum as participantes se sentirem "homesick" durante o programa. Isto está acontecendo com você? O que você está fazendo para superar essa fase?
Aconteceu comigo.
Creio que acontece com muitas meninas, o choque cultural eh enorme.
Chorei muito no primeiro fim de semana com a familia e no Thanksgiving tive uma crise de choro inexplicavel (vergonhoso) que deixou todos confusos sobre o que estava acontecendo, mas foi o que ajudou a situacao a melhorar, pois meus hosts sentiram que algo estava errado e me chamaram pra uma conversa, que foi a melhor coisa que aconteceu.

Acho que o fato de falar com a minha familia no Brasil TODOS os dias nao ajudava muito, pois a saudade aumentava bastante com isso, nao queria cortar esse tipo de conexao com eles, pois sabia que era uma forma deles nao sentirem tanta saudade, mas ffoi inevitavel, comecei a ligar menos pra casa e fui melhorando bastante.

Tive outra homesick depois que voltei do Brasil agora em maio, mas isso a gente supera, sao fases.

6. Você já "conquistou seu espaço"? Como? Onde? Como você é tratado por seus amigos?
Acho que sim, rs.
Conheci meu atual ciclo de amigos por meio de outra au pair e hoje nao nos desgrudamos mais.

Planejamos viagens juntos, shoppings, ate cineminha de fds. Tudo.

7. Você tem mais amigos americanos ou estrangeiros?
Estrangeiros. Tenho muita amizade com Brasileiros, latinos, Austriacas, algumas Germans.
Americanos apenas alguns.

8. Como você definiria seu programa até agora?
Otimo. Com pontos altos e pontos baixos, mas no geral otimo. O segundo ano esta vindo ai para eu poder aproveitar ao maximo o programa.

9. Você passou ou está passando por alguma fase difícil no seu intercâmbio?
( X ) NÃO ( ) SIM. Como superou ou está superando esta fase?

Fase dificil foi o comecinho, a adaptacao, mas depois disso so tive alegrias.

10. Como estão os contatos de seu (sua) coordenador (a)? Qual freqüência vocês tem contato?
Nao gosto dela, isso eh um fato que todos sabem e faco questao de falar para todos o quao incompetente e mentirosa ela eh.

Ja brigamos pq ela nao me passava os emails dos meetings, mentia que havia alterado meu email (que estava incorreto), comecou a achar que eu deveria fazer o trabalho dela e falsificou um email que mandou pra minha host family, tentando me colocar como uma mentirosa em frente aos meus hosts.

Para o azar dela, salvo todos os emails que recebo e para mais azar ainda, minha host mother estava acompanhando tudo isso junto comigo, e eles so nao mudaram de agencia pq eu nao posso mudar tambem, mas eh quase certeza que quando meu ano de au pair acabar com eles, eles mudarao de agencia.

Pensei em processa-la agora, pois alteracao de documentos eh crime aqui tambem, mas como meu ano esta sendo otimo, deixo isso para depois.


11. O seu programa está sendo um sucesso? Comente
( ) NÃO. ( X ) SIM

Modestia totalmente fora do comentario, mas uma otima au pair e uma otima familia? Sucesso na certa.

12. Este espaço é reservado para você escrever sobre o que você está achando do seu programa e sobre a EF/Cultural Care.


Quero agradecer as menina do escritorio de Sao Paulo que sao Mega prestativas, obrigada a todas que me "escutaram" naquele momento de neura de escolha da familia, e me ajudaram com dicas e tudo mais.

O suporte de voces de SP eh otimo.

Muito sucesso a todos.

domingo, 4 de maio de 2008

As Ferias.

Poste diretamente do Brasil.

Que felicidade. Por alguns momentos pensei em nem voltar, mas estaria desperdiçando as maiores chances da minha vida. Eu tenho uma boa vida, uma familia lá, e isso torna a saudade da minha familia e amigos brasileiros um pouco mais leve.

Voltando ao tema do post...

Quinta feira - 14:30
Fui me trocar e verificar pela milésima vez se todos os documentos estavam ok, tudo certo, me troquei, coloquei as malas no carro fui me despedir... Nao sei se comentei, creio que nao, mas o Jim, Jen e a mãe da Jen estavam com medo que eu nao voltaria mais, me perguntara varias vezes se eu voltaria... Mas isso ja é outra história que fica pra depois.

Passamos no banco e recebi o sálario de duas semanas, a Jen ainda Brincou dizendo pra eu guardar uma grana pra quando voltasse. Ela me levou até a casa da Emilly, e de lá o namorado dela e o Gordinho me levaram pra Newark.

Meu vôo estava marcado para as 10 da noite, mas muitos me aconselharam a ir mais cedo por causa do transito da Av. George Washington.
Paguei aos meninos, afinal, nao eram obrigação nenhuma deles, e eles me quebraram um puta galho, nada mais justo que pagar a gasosa e os pedagios.

Cheguei no aeroporto mais ou menos às 16:30, fiquei muito tempo esperando, e foi dificil pq já estava com comeco de gripe, garganta doendo, menstruada (mentruei duas vezes esse mes, aff, creio que era ansiedade)... comece a ligar para as minhas friends pra matar o tempo e por a fofoca em dia, conheci alguns brasileiros durante esse tempo de espera e o que garantiu uma boa amizade. eram um casal que havia visitado o filho na florida, e perdeu o vôo por causa da filmagem de um filme com a Julie Roberts no Aeroporto.

Conversa vai, conversa bvem, hora de Check in.
Tira laptop, tira bota, tira jaqueta, tira calca. brincadeira, a calca ficou on, esquece de fechar a mala pra por na esterira e voa roupa pra todo lado.. haha Olha o micoooo!!

Fui fazer o check in com passaport e passagem, e o cara tira o meu I-94..
Sentei e fui verificar queele tinha arrancado e quando vi que era esse papel fui la reclamar cheia de razao... haha
E o cara na maior paciência: Senhora, esse papel precisa ser retirado pq ele mosta que a senhora saiu do pais...
Mas eu nao vou ter problemas ao voltar? Olha, to voltando a semana queveme nao quero ter problemas, quero voltar pra minha casa heim!!!
Senhorita, quando a senhorita voltar tera que preencher um novo I-94, nao se preocupe, procedimento padrão.


Cheguei no aviao e fui procurar meu lugar na janelinha, mas havia um senhor sentado la, fiquei com vergonha de pedir pra ele sair coitado... filho da puta na verdade né!
Mas ele era legal, ele era Arabe, havia morado no Brasil por 5 anos, e estava morando nos EUA...

Cheguei no Brasil desesperada, nao aguentava mais aquele aviao.
Passei pela Imigracao (Policia Federal), peguei minhas malas, e fui procurar o taxista, nao achei, comprei um cartao telefonico, trident, liguei e marcamos um ponto no aeroporto pra ele me pegar. Paguei o estacionamento e fui pra casa, fomos conversando, ele me contou os ultimos acontecimentos do bairro, e o que mais ouvi foram mortes, comico se nao fosse tragico.
Paguei 140 reais pela corrida, afinal ele ficou me esperando 2 horas no aeroporto o.0

Cheguei em casa feliz da vida, meio descabelada pq choveu e molhou minha chapinha, mas estava bonitona viu.
Encontrei minha tia saindo de carro, e foi ai que a saga de nao ser reconhecida comecou.
Ela me olhou, olhou, e nao reconheceu... Eu fiquei parada acenando e nada... ai comecei a cacholhar os bracos e ela veio ver quem era aquela louca, hahahaha.

Tentei abrir o portao, mas a minha chave nao servia mais. A vizinha veio abrir o portao, falei oi e subi correndo, estava louca pra ver meus pais.

Abri a porta da sala, e nao havia ninguem na sala, a Ona minha cadelinha comecou a latir no corredor mas niguem foi ver quem era... Entrei e comecei a cantar parabens bem alto, fui chegando na cozinha e cantando parabens pra voce, agora minha querida leitora, imagine bem essa cena:
A pessoa cantando parabens pra voce no ultimo volume que sua voz alcanca, sorrindo e seus familiares te olhando com cara de "quem eh essa retardada que invadiu minha casa???".

Imaginaram? Pois essa foi a minha rececpao. 10 horas com o bundao no aviao e ninguem me reconheceu.

Parei de cantar parabens e tirei minha boina, revoltada falei "Tambem nao quero mais cantar parabens". Nessa hota minha mae me olha bem dentro dos olhos, analisa bem e diz "Filhaaaa, eh voce!!!"
Depois meu pai e irma se tocaram que era eu. Mas a saga de nao ser reconhecida perdurou ate hoje, dia da minha volta a NY, pois meu host tambem nao me reconheceu no aeroporto.
(Isso fica para o final).


Minhas ferias foram otimas, fiquei doente metade dela, mas tudo bem, me diverti mesmo assim.
Fiz bastante compras, jeans, o boticario, natura, presentinhos.
Mamis havia comprado todos os tipos de yorgut que eu gosto, trakinas, doces, comidas, foi triste pq como eu estava doente, fiquei sem apetite e nao comi muito, mas mesmo assim engordei 2 kg. haha

Minha mae comprou uma corrente +pigentes de 30 reais pra Jenifer 0.o
Eu comprei uma roupa de bale pra Emma, um perfume pro Jim e uma guitarrinha pro Jonah.

Conheci uma nova amiga, a Thais, ela foi a menina que meus pais "adotaram". Um amor de pessoa, amei tr conhecido essa mocinha. Revi muitos amigos, fui ver minha ex cunhada, me diverti com os velhos amigos.

Olha, essas ferias no Brasil foram tudo, melhorei meu astral, e precebi o quanto amadurei.

Minha mae comprou tanta coisa pra mim, que eu queria retribuir mas nao tinha dinheiro, entao vendi meu laptop e dei o dinheiro pra ela, assim ela pode pagar as contas e comprar algo pra ela, sei la.
Ela ficou feliz e orgulhosa sabe. Dei um perfume do Boticario pra ela tambem e fiz uma daquelas homenagens que o carro de som vai na frente da casa da pessoa, toca uma musica, le uma mensagem, os amigos podem falar alguma coisa...

Quem me ajudou a organizar tudo foi minha amiga Alessandra, ja estavamos combinando tudo desde antes de eu ir, chamavamos isso de missao mother's day. rs
E a missao father's day logo logo vem ai, nao sei o que vou aprontar, mas vai ser bacana!


Foi tao lindo.
Eu comecei chorar quando vi o carro chegar, minha mae desceu e ficou sem sabe o que estava acontecendo, mas ficou muito emocionada com tudo, quando o dvd chegar aqui eu jogo no youtube.


O lado ruim de ir passar ferias em casa eh pq vc sente que quer ficar mais, mas seu lado racional manda voce voltar e cumprir suas obrigacoes, seu lado emocional ouve a todos os pedidos de "fica mais filha, nao volta, volta logo por favor, eu te amo"
Foi complicado, teve um momento (na verdade varios) que meu coracao mandava eu ficar.

Eh dificil mesmo, voce chega em casa, todo mundo que te ama, sua casa, sua cama, comidinha da mamis, seus bichinhos de estimacao.

Ja foi dificil deixar isso tudo uma vez, imagine pela segunda vez.
To sentindo falta deles, das minhas pequenas (Ona e Nana), dormiamos as 3 juntas na cama, eu e a Ona dormiamos "costas com costas", das amigas velhas e novas.

Hoje eu to meio homesick sabe, mas eu tenho umaHostfamily que me apoia, que gosta muito de mim, entao esse esforco vale a pena. Vou sentar com eles em breve e vamos conversar sobre a extensao, os papeis ja chegaram pra eles e pra mim, eles ja afirmaram que querem renovar, mas eu vou conversar com eles sobre uma possivel mudanca de visto, e se isso nao acontecer continuo na agencia com eles.

Seria otimo mudar meu visto, assim eu poderia ir no Brasil no proximo ano, tirar ferias maiores, coordenadar minha ferias com as das kids e tudo seria perfect.


Agora falando da minha chegada, foi muito engracado, o oficial da imigracao gostou de mim e ficou brincando comigo, ma eu fiquei de boa, o cara era lindooooo.
Cheguei no aeroporto e esperei algum tempo, quando o Jim foi me buscar, ele me ligou perguntando ao estava "Passanger Pick Up 3", ele estacionou na minha frente e nao me reconheceu.. haha

Eu abri a porta do porta-malas e ele ficou: "Oi tudo bem??"
shaushuashua
Eu respondi e ele "Vivian??"
kkkkk

Foi engracado, agora vou dormir, quando der eu atualizo coisas que aconteceram, estou extremamente cansada e amanha ja eh volta ao trabalho.

E so atualizo o laytou do blog quando comprar um novo laptop, o que vai demorar um pouco, rs.

¯`» Aonde voce esta? 2009 «´¯